domingo, julho 16, 2006

A MINHA CASA


Quando à tarde regresso à minha casa,
De espirito turvado pela vida,
Parece que me acolho sobre uma asa,
Que se abre para mim compadecida...
Queda-se então minha alma comovida,
Olhando na lareira o lume em brasa...
Um silêncio de nave recolhida,
Como gosto da paz da minha casa!...
A porta aberta àquele que vier,
E que, de alma lavada me trouxer,
A " Voz de Deus" em sua companhia...
Ao meu sabor aqui criei um mundo,
Que dia a dia, sinto mais profundo,
Nesta graça do céu que me alumia!...

Autor: Raposo de Lima
Copiei o texto e a foto da casa ( com a devida autorização ) do blog de uma amiga " http://encostadapaz.blogspot.com. " Ela tem um blog com imagens e textos lindissimos !!!!!!!!!

5 comentários:

lena disse...

Guida que se passa contigo parece que estás muito melancólica, não te deixes abater!!!!!!!!!!!!

Maria disse...

Olá,
Gostei de ver o texto e a foto da minha casa de férias na Rocha da Relva. :)
Obrigada pelo comentário.
Beijinhos

Guida disse...

nao imaginava que era a tua casa de ferias!!!!!!!!! pensei que era apenas uma foto lindissima
Mas como eu gostaria que fosse a minha casa de ferias
e como ficava la bem as cortinas que estou a fazer
vou continuar a visitar o teu blog.
beijinhos
Guida

Maria disse...

Olá,
As fotos do pôr de sol que estão no blog, são tiradas da 1ª janela, é um sítio expectacular e tem uma vista fenomenal.
É por isso que lhe chamamos a nossa "ENCOSTA DA PAZ".
Se um dia passares por cá, terei muito gosto que possas ir lá.
Beijinhos

Dinis disse...

Que lindo poema, conheci quem o escreveu,tinha uma mercearia em frente a egreja do colegio de ponta delgada Sao Miguel Acores Portugal